09/12/2021 às 19h47min - Atualizada em 09/12/2021 às 19h47min

Dispositivo que custa menos de R$ 500 transforma TV em central de streaming

Fire TV Stick 4K tem controle remoto por voz com Alexa e possibilita acesso ao Prime Video, Netflix, YouTube, Disney+, Apple TV+, Telecine, Vivo Play e Pluto TV

Da redação
(Foto: Divulgação)
Trazido pela Amazon para o Brasil no início deste ano mas ainda pouco conhecido pela maioria dos amantes de tecnologia, o Fire TV Stick 4K com controle remoto por voz com Alexa é uma ótima opção para quem quer uma central de streaming para TVs com um preço acessível que pode ser comprado por menos de R$ 500. O equipamento é compatível com aplicativos como Prime Video, Netflix, YouTube, Disney+, Apple TV+, Telecine, Vivo Play e Pluto TV que trazem deversos conteúdos gratuitos.

PUBLICIDADE:
Conheça e adquira o Fire TV Stick 4K com Controle Remoto por Voz com Alexa clicando aqui


O aparelho 4K traz resolução Ultra HD e o suporte para tecnologias como Dolby Vision, Dolby Atmos, HDR e HDR10+. O Fire TV já é utilizado por milhões de usuários mensalmente ao redor do mundo.
 
Controle compatível com Alexa
 
O controle remoto por voz com Alexa que acompanha o Fire TV Stick 4K é capaz de controlar dispositivos de casas inteligentes e tem botões diretos de cada aplicativo para tornar fácil o acesso aos conteúdos preferidos da atualidade e um para acionar a assistente virtual – assim, o usuário pode utilizar comandos de voz para navegar entre eles ou iniciar a reprodução de séries ou filmes, por exemplo.
 
No dispositivo, também é possível usar a Alexa para fazer consultas (como previsão do tempo), ouvir músicas ou usar as skills da Alexa para TV (Skill TV), controlar dispositivos inteligentes e mais. Também é possível criar até seis perfis diferentes para usuários de uma residência.
 
Atualmente, a principal vendedora do Fire TV Stick 4K é Amazon, que o tem no estoque por R$ 426,55 no momento de publicação desta reportagem.


 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp