10/12/2021 às 18h21min - Atualizada em 10/12/2021 às 18h21min

Piranhas zera casos ativos de Covid-19

Com bares, eventos e todas as demais atividades liberadas e sem restrições desde 1º de outubro, município registrou poucos casos de contágio pelo novo coronavírus e nenhum óbito por Covid-19 no período

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira
(Foto: Reprodução)
A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgou um novo boletim epidemiológico, na tarde desta sexta-feira (10/12), informando que Piranhas não possui nenhum caso ativo de Covid-19 – que é quando o paciente ainda não se recuperou da doença e é um potencial transmissor do novo coronavírus. Também não há internações provocadas por complicações do novo coronavírus.
 
Esta é primeira vez que não há ocorrências de Covid-19 em Piranhas desde o registro do primeiro caso no município em maio de 2020 e isso ocorreu em meio à retirada das restrições de horários e do fim da limitação de atendimento ao público para o funcionamento das atividades econômicas e não econômicas por parte da Prefeitura de Piranhas.
 
Desde o último dia 1º outubro, todas as atividades podem funcionar em Piranhas nos horários normais, com toda sua capacidade de atendimento, de domingo a sábado, seguindo o que determina o seu respectivo Alvará de Funcionamento. Bares, restaurantes, lanchonetes, pit dogs e congêneres podem ficar abertos até às 4h da manhã do dia seguinte, com exceção daqueles localizados às margens de rodovias, que estão autorizados a funcionar 24 horas por dia. Shows em locais abertos e fechados e outros eventos em geral voltaram a poder acontecer sem imposição de limite de público presente. Além disso, as unidades de ensino das redes municipal, estadual e particular já operam com aulas presenciais.
 
Mesmo com a liberação total das atividades – mantidas apenas a obrigação do uso de máscaras em todos os locais –, Piranhas registrou uma média de menos de uma ocorrência de contágio pelo novo coronavírus por dia (0,44) e não houve novos óbitos relacionados à doença no período. De 1º de outubro – data do início da flexibilização atual – até a publicação desta reportagem, 31 casos de Covid-19 foram registrados e nenhuma morte.
 
Desde o início da pandemia, 1.722 moradores do território piranhense foram contaminados pelo novo coronavírus e, destes, 1.640 se recuperaram e 82 morreram.
 
Atualmente, a Saúde de Piranhas investiga 7 casos suspeitos de Covid-19 aguardando resultados de exames. Outras 7 pessoas são monitoradas por estarem apresentado quadro gripal.
 
Em publicação nas redes sociais, a Prefeitura de Piranhas comemorou a melhora no quadro da pandemia, mas pediu cautela. “Mas não é hora de relaxar. Continue fazendo sua parte”, ponderou.
 
Vacinação
 
Um dos motivos para zerar o número de casos e de mortes por Covid-19 em Piranhas pode ser atribuída à vacinação que já alcançou 93,33% do público-alvo com, pelo menos, uma dose de um dos imunizantes contra a Covid-19.
 
De acordo com dados consolidados pela Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), o município já aplicou 17.673 doses de vacinas, sendo 8.970 primeiras doses. 7.590 moradores de Piranhas já completaram o ciclo vacinal com duas doses ou dose única, representando 78,97% dos vacináveis.
 
Em relação à aplicação das doses de reforço das vacinas contra a Covid-19 – liberadas para o publico em geral a partir de 18 anos –, 1.111 pessoas já foram alcançadas até o momento.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp