13/10/2014 às 00h00min - Atualizada em 13/10/2014 às 00h00min

Câmpus do IF Goiano de Iporá realiza primeira pesquisa em suinocultura

Jotta Oliveira - Piranhas
A pesquisa foi coordenada pelo professor Bruno Fortes do IF Goiano (Foto: Arquivo/IF Goiano)

No Câmpus Iporá do Instituto Federal Goiano (IF Goiano), a Fazenda-Escola recebeu seu primeiro experimento em suinocultura. A pesquisa sobre nutrição de suínos foi coordenada pelo professor Bruno Fortes do IF Goiano em parceria com a Nutron Alimentos.

A pesquisa avaliou a inclusão de dois complexos de enzimas às dietas dos animais. Para isso, foi analisado o consumo de ração, o peso médio final, o ganho de peso e a conversão alimentar (razão entre o consumo e o peso total). Depois do abate, foram avaliadas ainda as carcaças dos animais. Dessa maneira, foi possível determinar a eficácia dos dois produtos utilizados durante as fases de crescimento e engorda dos suínos.

Dois grupos de animais receberam, cada um, um complexo enzimático diferente que auxilia na digestão de carboidratos, o que aumenta a proporção de nutrientes que é absorvida pelo organismo do animal. Um terceiro grupo, chamado "grupo de controle" recebeu a mesma dieta sem as enzimas. Este grupo serviu como referência para medir a eficácia das dietas com enzimas.

Todos os insumos utilizados para o manejo dos animais, como rações, medicamentos e equipamentos, foram disponibilizados pela empresa Nutron Alimentos, do grupo Cargill, que forneceu ainda os 180 animais utilizados no experimento.

O investimento da empresa foi em torno de R$120 mil e gerou R$65 mil para o Câmpus Iporá do IF Goiano, por meio de benefícios indiretos como, por exemplo, a melhoria da infraestrutura da Fazenda-Escola.

Os animais foram alojados na Fazenda-Escola no fim de fevereiro e retirados para abate em junho, depois de 120 dias. O IF Goiano foi responsável pelo manejo, alimentação, medicação e pesagens dos animais, além de avaliações da qualidade das carcaças.

O responsável pela pesquisa, professor Bruno Fortes ressalta que "parcerias como esta são de grande valia para o IF Goiano, porque viabilizam pesquisas e, ao final, muitos egressos acabam sendo contratados por essas empresas".

Além do professor Bruno Fortes, o experimento contou com a colaboração do estagiário Frederico Pereira Rubens de Araújo Filho, da Faculdade de Montes Belos, e da equipe responsável pela fazenda-escola do IF Goiano, formada pelo médico veterinário Tiago do Prado Paim, o técnico agrícola Guido Calgaro Junior, o engenheiro agrônomo Estênio Moreira Alves e o técnico agropecuário Flávio Lopes Cláudio.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp