16/10/2014 às 22h02min - Atualizada em 16/10/2014 às 22h02min

Centenas de peixes já morreram no Rio Piranhas devido ao baixo nível de água

Jotta Oliveira - Piranhas
Tribuna Piranhense

A mortandade de peixes no Rio Piranhas, constatado nesta quinta-feira (16/10) por um leitor do Tribuna Piranhense, pode ser resultado da falta de oxigênio na água, causado pelo longo período de estiagem aliado à abertura rotineira das comportas de uma Pequena Central Hidrelétrica (PCH) instalada no município de Piranhas. Os peixes foram encontrados mortos no trecho do rio que corta o perímetro urbano da cidade (Veja vídeo ao lado).

Segundo o internauta que fez a denuncia através da conta do WhatsApp do Tribuna e que é um frequentador diário do rio devido a sua atividade profissional, a falta de chuva ajuda na mortandade dos peixes, mas a PCH também tem sua parcela de responsabilidade. “Eles abrem as comportas da PCH durante à noite, para que não se possa ver o quão baixo fica o nível do rio e, no inicio do dia, fecham novamente. As fotos e o vídeo enviados são de apenas alguns peixes mortos. Na verdade, morreram muitos mais”, disse.

Nosso leitor acredita que é hora da Polícia Ambiental encaminhar uma equipe para o local para verificar o problema. Segundo o cidadão, além do nível do rio estar baixo por conta da falta de chuva e da abertura das comportas da PCH, há muito despejo de material de um laticínio local, o que aumenta ainda mais os danos ao meio ambiente.

A orientação é que pessoas não recolham os animais para alimentação, pois as causas das mortes dos animais ainda não foram comprovadas.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp