25/01/2022 às 20h48min - Atualizada em 25/01/2022 às 20h48min

Após quatro meses, Piranhas volta a registrar mortes por covid-19

Três idosos morreram nos últimos cinco dias. Município ainda tem 500 casos ativos da doença causada pelo novo coronavírus, com 6 internações, incluindo pacientes com quadros graves

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira
(Foto: Reprodução)
Sem novos registros desde 24 de setembro do ano passado, Piranhas voltou a ter mortes por covid-19, com três vítimas da doença causada pelo novo coronavírus em um intervalo de cinco dias. De acordo com apuração do Tribuna Piranhense, os óbitos ocorreram na sexta-feira (21/01), no domingo (23/01) e nesta terça-feira (25/01), ambos no Hospital Municipal Cristo Redentor (HMCR) – única unidade hospitalar do município.
 
Todos os recentes falecimentos por covid-19, em Piranhas, foram de idosos com comorbidades. Na última sexta-feira, após 123 dias sem mortes pela doença no território piranhense, morreu um homem de 73 anos que já tinha tomado duas doses de vacina contra o novo coronavírus, mas que enfrentava problemas de saúde, incluindo alguns resultantes de um acidente vascular cerebral (avc). Depois disso, houve o óbito de um paciente de 75 anos no domingo e de outro de 74 anos no dia de hoje – no caso dos dois últimos, nossa reportagem não conseguiu confirmar informações sobre a vacinação até a publicação da reportagem.
 
O mais recente boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) aponta que Piranhas tem 84 mortes por covid-19 desde o início da pandemia. Porém, os dados foram coletados no final da manhã desta terça-feira, antes do novo óbito que foi confirmado pelo HMCR por volta das 11h, atualizando o número para 85 falecimentos.
 
Casos ativos
 
A SMS informou ainda que, atualmente, Piranhas tem 500 casos ativos de covid-19 – quando o paciente está se recuperando da doença e é um potencial transmissor do novo coronavírus –, representando um aumento de 2000% nos primeiros dias de 2022.
 
Conforme as primeiras informações relacionados a pandemia apresentadas neste ano, Piranhas tinha 25 casos ativos de covid-19 no dia 4 de janeiro. Após isso, o número chegou a 160 no dia 11 de janeiro e a 347 no dia 18 de janeiro, em uma crescente constante.
 
Dos positivados atuais, 494 seguem isolados em suas respectivas residências, se recuperando com sintomas leves. 6 pessoas estão internadas no HMCR e, destas, algumas apresentam quadros graves.
 
Além dos casos positivos, a SMS investiga outros 95 suspeitos que aguardam resultados de exames.
 
Desde o início da pandemia, Piranhas já teve 2.327 casos confirmados de contágio pelo novo coronavírus, incluindo reinfecções. Em 1.743 ocorrências, os pacientes se recuperaram.
 
Síndromes gripais
 
192 pessoas são acompanhadas pela Saúde de Piranhas por estarem apresentando sintomas de gripe. Esta situação de alta incidência de síndromes gripais preocupa, pois tem causado aumento na busca por atendimentos, pressionando o sistema público que é a única opção no município, já que não há unidades hospitalares privadas.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp