02/02/2022 às 11h42min - Atualizada em 02/02/2022 às 11h42min

SMDS de Piranhas adere à Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência

Município registrou 140 nascimentos de filhos de mães adolescentes entre 2015 e 2019, incluindo bebês nascidos de meninas com idade entre 10 e 14 anos

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira
(Foto: Reprodução)
A Prefeitura de Piranhas, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SMDS), aderiu à Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência, iniciada nesta terça-feira (1º/02) e que seguirá até o dia 8 de fevereiro. A ação está incorporada ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e integra o Plano Nacional de Prevenção Primária do Risco Sexual Precoce e Gravidez de Adolescentes, desenvolvido pelo Ministério da Família, da Mulher e dos Direitos Humanos (MMFDH).
 
Em Piranhas, a programação é composta, principalmente, de publicações nas redes sociais, com conteúdo de conscientização sobre os riscos e as consequências de uma gestação precoce.
 
De acordo com os dados mais recentes do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos, Piranhas registrou o nascimento de 140 filhos de mães com idade entre 10 e 19 anos entre os anos de 2015 e 2019. Destes, 7 são bebês nascidos de meninas entre 10 e 14 anos. Justamente pensando em reduzir esses números é que a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência foi criada.
 
A adesão ao Plano Nacional de Prevenção Primária do Risco Sexual Precoce e Gravidez de Adolescentes está aberta a municípios e estados, instituições de ensino, organizações da sociedade civil e demais atores que compõem a rede de proteção e garantia dos direitos da criança e do adolescente.
 
A ideia é, além de diminuir a incidência da gestação precoce, reduzir os índices de infecções sexualmente transmissíveis. As consequências da gravidez na adolescência não são só físicas e emocionais. Ela compromete também os estudos e prejudica o ingresso no mercado de trabalho.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp