29/03/2022 às 08h36min - Atualizada em 29/03/2022 às 08h36min

Prefeitura de Piranhas retira obrigatoriedade do uso de máscara em locais fechados

O uso do item de proteção seguirá obrigatório para o acesso às unidades de saúde e aos locais onde haja grande aglomeração de pessoas

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira
(Foto: Reprodução)
Através do Decreto Municipal 053/2022, publicado nesta segunda-feira (28/03), o prefeito Marco Rogério, o Chicão (Solidariedade), determinou a retirada do uso obrigatório de máscara em ambientes abertos e fechados em Piranhas. A decisão, que trás novas medidas de enfrentamento à covid-19, foi tomada depois de repetidas quedas no número de casos ativos da doença durante os últimos dois meses, bem como o não registro de internações provocadas pelo novo coronavírus desde fevereiro. Além disso, foi levada em consideração a alta cobertura vacinal da população.
 
O novo decreto do Governo Municipal de Piranhas acompanha uma recomendação da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), que orientou no sentido de não se exigir o uso de máscara de proteção em locais abertos ou fechados onde não haja aglomeração. Com isso, fica desobrigado o uso do equipamento de proteção facial para o acesso e a permanência de indivíduos nas dependências de estabelecimentos industriais, comerciais e de prestação de serviços, bem como nos órgãos públicos municipais e nos demais locais, ambientes e veículos de uso público restrito ou controlado.
 
A obrigatoriedade do uso de máscaras permanece para o acesso aos locais onde haja grande aglomeração de pessoas e às unidades de saúde, como, por exemplo, os postos do programa Estratégia Saúde da Família (ESF’s), clínicas, laboratórios e o Hospital Municipal Cristo Redentor.
 
O documento assinado pelo prefeito de Piranhas esclarece que, no caso de estabelecimentos comerciais, igrejas e redes de ensino particular e público optarem pela exigência do uso de máscaras, a comunicação deverá ser exposta em local visível.
 
A Prefeitura de Piranhas informa ainda que as pessoas que desejarem podem continuar usando máscara em todos os locais. É recomendado o uso do equipamento de proteção para pessoas imunossuprimidas, com comorbidades de alto risco, não vacinadas e com síndrome gripal que provoquem coriza, tosse, dor de garganta e estado febril, seja em locais abertos ou fechados, mesmo sem aglomeração.
 
Casos ativos de covid-19
 
De acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) na última sexta-feira (25/03), Piranhas tem 6 casos ativos de covid-19 – que é quando o paciente ainda não se recuperou da doença e é um potencial transmissor do novo coronavírus. A pasta informou ainda que todos os pacientes estão isolados em suas respectivas residências se recuperando sem necessidade de hospitalizações.
 
Vacinação
 
Até o momento, a imunização contra o novo coronavírus já alcançado 9.685 piranhenses com, pelo menos, uma dose de uma das vacinas disponíveis, o que representa 93,12% da população vacinável que inclui aqueles a partir de 5 anos, conforme dados consolidados e publicados pela SES-GO. 8.760 já completaram o ciclo vacinal com duas doses ou dose única de vacina, o que significa 84,22% do público. Além disso, 3.952 pessoas já receberam doses de reforço. No total, já foram aplicadas 22.554 doses.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp