27/10/2014 às 00h00min - Atualizada em 27/10/2014 às 00h00min

Abstenção supera média nacional e mais de 2.400 deixam de votar em Piranhas

Jotta Oliveira - Piranhas
Tribuna Piranhense
O eleitor que não compareceu à eleição deve justificar ausência. (Foto: Dovulgação/ TRE-PR)

Piranhas possui 9.516 eleitores e, deste total, 2.435 deixaram de votar durante as eleições neste domingo (26/10). O número representa 25,59% do eleitorado do município – proporção maior do que média nacional de abstenções, que foi de 21,10%. Neste domingo, a população foi às urnas para eleger presidente e governador.

Para a cientista política Dora Soares, o índice de abstenção é uma forma de protesto do eleitor que está cansado da atual política. “Isto é resultado da decepção na política somado ao descrédito do eleitor nos últimos anos. Tivemos uma eleição marcada por acusações e não por apresentar um projeto concreto para o país”.

Em relação aos votos brancos e nulos, Piranhas somou 535, o que representa 5,15% do eleitorado.

O eleitor que faltou às eleições deve comparecer a um cartório eleitoral dentro do prazo de 60 dias para justificar a ausência. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o valor da multa é decidido pelo juiz eleitoral e pode variar entre R$ 3,51 e R$ 35,14.

Resultados
Em Piranhas, a candidata do PT a presidência da república, Dilma Rousseff saiu vitoriosa com 3.918 votos. O candidato do PSDB, Aécio Neves, teve 2.728 votos. Em todo país, Dilma teve com 51,64%. Já Aécio obteve 48,36% da votação.

O governador Marconi Perillo (PSDB) alcançou a reeleição  no estado de Goiás com 57,44% dos votos, sendo que, em Piranhas, o candidato tucano teve 4.033 votos.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp