22/07/2022 às 15h23min - Atualizada em 22/07/2022 às 15h23min

Em Piranhas, homem é baleado na cabeça após discussão

Vítima foi encaminhada em estado grave para uma unidade de saúde na capital do Estado. PM informou que o autor do crime já foi identificado e que ele segue sendo procurado

Jotta Oliveira - em Piranhas
Tribuna Piranhense
(Foto: Reprodução)
Mayko Vinicius Pereira Gonçalves, de 23 anos, ficou gravemente ferido após sofrer uma tentativa de homicídio por volta das 22h desta quinta-feira (21/07), em Piranhas. Segundo informações da Polícia Militar (PM), a vítima foi alvejada por três tiros na cabeça após um desentendimento com o autor do crime que já foi identificado.
 
De acordo com o comandante da PM em Piranhas, tenente Juarez Alves Matos Filho, testemunhas relataram que Mayko Vinicius estava reunido com outras três pessoas em uma esquina da Rua José Lino Cardoso, no Setor Santa Luzia, quando, por razões ainda desconhecidas, foi iniciada uma discussão e um homem começou a atirar. “Os relatos dão conta de que foram efetuados seis disparos, porém, em três deles, a arma falhou e os demais atingiram a cabeça da vítima”, contou.
 
O autor da tentativa de homicídio fugiu imediatamente após o crime e, no local, foram encontrados entorpecentes.
 
Mayko Vinicius Pereira Gonçalves foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado em estado grave para o Hospital Municipal Cristo Redentor. A equipe médica realizou os primeiros atendimentos e, após constatar a necessidade de cuidados mais avançados, decidiu transferir o homem para uma unidade de saúde em Goiânia.
 
Criminoso está sendo procurado
 
A PM informou ainda que, com ajuda de pessoas que presenciaram a ação, foi possível identificar o autor dos disparos. Contudo, apesar do intenso trabalho das autoridades policiais, o criminoso – que não terá a sua identidade divulgada para não atrapalhar as buscas – ainda não havia sido localizado.
 
O Tribuna Piranhense apurou que o suspeito já tem passagens pela polícia por outra tentativa de homicídio, além de outros crimes, como ameaça.
 
As investigações serão conduzidas pela Delegacia da Polícia Civil de Piranhas.

 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp