29/11/2014 às 09h49min - Atualizada em 29/11/2014 às 09h49min

Polícia liberta idosa de cativeiro em Piranhas e trio é preso

Família chegou a pagar resgate, mas criminosos foram detidos horas depois. Fazendeiro vizinho da vítima é suspeito de encomendar crime, diz delegado.

Jotta Oliveira - Piranhas
Tribuna Piranhense
Eufrásio Reis Morais da Silva, Nivair Lopes e Davi Félix Magalhães (Foto: Arquivo/Polícia Civil)

Uma fazendeira de Jataí ficou cinco dias em poder de sequestradores no município de Piranhas, na região oeste do estado de Goiás. Os bandidos pediram R$200 mil de resgate, mas acabaram presos na manhã desta sexta-feira (28/11). Eufrásio Reis Morais da Silva e Nivair Lopes, ambos de Piranhas, e Davi Félix Magalhães, de Arenópolis, usaram uma casa na zona rural para manter a mulher de 68 anos em cativeiro.

De acordo com o delegado Humberto Soares, da Delegacia Estadual de Investigação Criminal (DEIC), a vítima foi sequestrada no ultimo domingo (23/11), no distrito de Naveslândia, que fica à 35 quilômetros de Jataí. “A vítima ficou em um local degradante, o que fez com que ela passasse momentos muito difíceis”, disse o delegado.

Os policiais encontraram com os suspeitos uma espingarda, objetos roubados e uma corrente que teria sido utilizada para amarrar a vítima no cativeiro. O caso estava sendo mantido em segredo e a Polícia de Jataí recebeu a ajuda de agentes da Polícia Civil de Piranhas e do Grupo Anti-sequestro da Capital (GAS) para libertar a idosa. O grupo chegou a receber R$100 mil e, logo depois, os homens foram presos.

Segundo Gleidson Carvalho, do GAS, o suposto mandate do crime já foi identificado como sendo um proprietário de uma fazenda vizinha a da mulher sequestrada.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp