18/12/2014 às 17h09min - Atualizada em 18/12/2014 às 17h09min

PCH Tamboril começa a encher reservatório e geração de energia deve começar em janeiro de 2015

Jotta Oliveira - Piranhas

Com a emissão da licença de funcionamento da Pequena Central Hidrelétrica Tamboril pela Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricosde Goiás – SEMARH, no último dia 04 de dezembro de 2014, iniciou-se o enchimento do seu reservatório, localizado entre os municípios de Palestina de Goiás e Arenópolis. O início da formação do reservatório representa o mais importante marco para o empreendimento começar a comissionar e operar as turbinas que terrão potência instalada de 29,3MW.

O processo do enchimento do reservatório da PCH Tamboril foi realizado com o fechamento escalonado das comportas do vertedouro e mantendo uma vazão sanitária dez vezes maior a determinada pela Licença, isso foi possível devido as fortes chuvas que estavam ocorrendo na bacia do rio Bonito, com isso, os distúrbios na ictiofauna foram imperceptíveis.

Cumprindo os compromissos assumidos no âmbito do Licenciamento Ambiental e atendendo as condicionantes da Licença de Funcionamento, técnicos realizaram visitas aos moradores da região comunicando sobre essa nova etapa da usina. Os prefeitos dos dois municípios envolvidos como o Corpo de Bombeiros de Iporá foram comunicados via ofício, além de divulgação na mídia e veiculações nas emissoras locais de rádio.

Ações de segurança foram tomadas para que todo o processo de enchimento do reservatório fosse realizado com sucesso equipes de biólogos e técnicos especializados atuaram no resgate da fauna no momento do enchimento do reservatório se estendendo esse trabalho por uma semana após o enchimento.

A previsão é iniciar a geração comercial de energia limpa, em janeiro de 2015 firmada pela titular Tamboril Energética S/A, que tem como presidente o geólogo Sevan Naves.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp