27/01/2015 às 17h08min - Atualizada em 27/01/2015 às 17h08min

MP solicita que construção de parque de lazer seja incluída na lista de prioridades da Prefeitura de Piranhas

Pedestre foi atropelado por motociclista enquanto fazia caminha em avenida de Piranhas. Os dois morreram.

Jotta Oliveira - Piranhas
Tribuna Piranhense
Promotor de Justiça Ramiro Netto enviou solicitação ao prefeito de Piranhas (Foto: MP)

O acidente de transito que tirou a vida de João Pereira dos Santos, de 48 anos, e de Ademir Correia Duarte, de 57 anos, no último sábado (24/01), levou a Promotoria de Justiça de Piranhas a solicitar que à Prefeitura Municipal de Piranhas inclua a construção de um parque de lazer na sua pauta de prioridades, de modo a evitar novos acidentes fatais.

O pedestre Ademir Correia foi atropelado por uma moto, pilotada por João Pereira, no momento em que fazia umas de suas caminhadas diárias pela Avenida Lázaro Teodoro Leite. Tanto o motociclista quanto o pedestre morreram.

Em oficio, enviado ao prefeito André Ariza (PP) na tarde desta terça-feira (27/01), o promotor de Justiça substituto da comarca de Piranhas, Ramiro Carpenedo Martins Netto, relata que a Constituição Federal assegura aos cidadãos diversos direitos fundamentais de cunho social, dentre eles, o direito ao lazer. O promotor lembra ainda que o Poder Público deve incentivar o lazer, como forma de promoção social.

Ramiro Netto ressalta que os cidadãos piranhense são forçados a fazerem uso das margens das rodovias para fazer suas caminhadas, gerando alto risco de acidentes, devido à cidade não dispor de uma área de lazer própria para a realização de atividades físicas.

No documento entregue ao poder executivo piranhense, a Promotoria de Justiça de Piranhas lembra que a informação de que o projeto da construção do parque estaria em fase de elaboração, foi da própria Prefeitura. Segundo informa a Prefeitura de Piranhas ao MP, após a finalização do projeto, a obra será realizada, provavelmente, na localidade conhecida como antiga “Praia do Vaú”.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp