02/03/2015 às 11h00min - Atualizada em 02/03/2015 às 11h03min

Suspeito de matar idoso em Piranhas é preso em Mato Grosso usando nome falso

Jotta Oliveira - Piranhas
Tribuna Piranhense
Gilnei Teles Ferreira é suspeito de assassinar um idoso de 66 anos em Piranhas (Foto: Reprodução/Polícia Civil)

O serralheiro Gilnei Teles Ferreira, de 35 anos, foi preso neste domingo (1º/02), na cidade de Primavera do Leste (MT). O homem, que é o principal suspeito de matar a pedradas o pedreiro José Xavier do Rego, de 66 anos, estava trabalhando em uma serralheria, usando um nome falso.

A Polícia Civil estava à procura do possível homicida desde o dia 10 de fevereiro, data em que o juiz Bruno Leopoldo Borges Fonseca expediu o mandado de prisão preventiva do suspeito.

Saiba mais:

Assassinato de Idoso em Piranhas pode ter sido por causa de prêmio de menos de R$200

Polícia trabalha com hipótese de latrocínio após morte de idoso em Piranhas

De acordo com informações da polícia, antes de arrumar o emprego em Primavera do Leste, Gilnei Teles passou por Bom Jardim de Goiás, Araçarças e outras cidades do estado de Mato Grosso. Para conseguir se sustentar, o suspeito pedia dinheiro e comida nas ruas dos municípios onde passou.

Segundo a polícia, não há dúvidas sobre a participação do serralheiro no assassinato. Para os investigadores que cuidam do caso, a única dúvida a ser sanada é se houve participação de outros indivíduos e em quantos eram.

José Xavier foi brutalmente assassinado na madrugada do último dia 5 de fevereiro, dentro da casa onde morava, com pedradas na cabeça. A polícia suspeita de latrocínio, pois o homem havia ganho um prêmio de cerca R$150 em uma das loterias da Caixa Econômica Federal. Em uma das hipóteses levantadas pelos investigadores, o assassino teria pensado que o prêmio seria maior e entrou na casa durante a madrugada para roubar o valor e, na tentativa, agrediu e matou o idoso.

Gilnei Teles Ferreira deve ser transferido para o presídio de Piranhas até esta terça-feira (03/02) e, posteriormente, será ouvido pela autoridade policial.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp