07/03/2015 às 19h11min - Atualizada em 07/03/2015 às 19h11min

Com o Dia Internacional da Mulher, Dra. Maria Jamile ressalta que cuidados com a saúde feminina devem ser constantes

Jotta Oliveira - Piranhas
Tribuna Piranhense
Dra. Maria Jamile é ginecologista (Foto: AP)

Neste domingo (08/03), se comemora o Dia Internacional da Mulher, com muitas conquistas femininas. A data surgiu pela primeira vez em 19 de março de 1911, na Áustria, Dinamarca, Alemanha e Suíça. Desde esse ano, a data tem sido comemorada em vários países, de forma a reconhecer a importância e contribuição da mulher na sociedade.

Durante os últimos anos, as mulheres tem tomado um grande espaço em vários setores. Na economia, no mundo corporativo, na política, o público feminino tem se destacado. E a saúde? Será que os cuidados consigo mesmo tem tido a importância necessária nas agendas femininas?

Para mostrar os cuidados que a mulher deve ter com a sua saúde, o Tribuna Piranhense falou com a médica Maria Jamile Ribeiro Duarte Nogueira, ginecologista conceituada devido ao trabalho com mulheres nas cidades onde atua. A doutora conta que, com o corre-corre do dia a dia, a mulher precisa lembrar-se de cuidados fundamentais. “No meu trabalho como médica, procuro fazer com que todas as mulheres saibam como se conhecer, como se tornar cada vez mais saudáveis com muita responsabilidade”, explica.

Maria Jamile ressalta que as mulheres devem se informar a respeito das principais doenças femininas, para que possam saber como preveni-las e, se necessário, como trata-las. “Nas unidades de saúde onde trabalho, busco orientar com o máximo de informação possível. Não adianta o médico somente detectar a doença e passar remédios. É preciso conversar com o paciente e ensiná-lo a se proteger das enfermidades”, conta a médica.

Conheça as principais patologias femininas

Tensão Pré-menstrual (TPM) - Os sintomas aparecem entre 10 a 15 dias antes do inicio da menstruação e os mais comuns são: .cefaléia (dor de cabeça), nervosismo, ansiedade, choro facíl, irritabilidade e outros.

Disménorreia (Cólica Menstrual) - Dor pelvica intensa durante o período de fluxo menstrual.

DST/AIDS - As DSTs podem apresentar-se em forma de lesão (ferida) ou corrimento.

Candidíase - Aparece na mulher um corrimento esbranquiçado as vezes com prurido (coceira), ardência e vermelhidão na região genital.

Cancêr de colo do ùtero - As mulheres devem fazer seu exame  Papanicolau periodicamente.

Câncer de mama - As mulheres devem se previnir realizando mamografia anualmente a partir dos 40 anos.

Infecção urinária e Cistite - Os sintomas são: dor e ardência ao urinar, as vezes apresenta febre, e urina avermelhada, com sangue.

Menopausa - Os sintomas mais comuns são os fogachos (ondas de calor), pele seca e região genital com diminuição da lubrificação.

Miomatose uterina - Comum nas mulheres com mais de 40 anos. Apresenta aumento do fluxo menstrual, podendo haver hemorragia.

Depressão - Hoje uma patologia comum em mulheres. Aparecem sintomas como: tristeza, desanimo, diminuição da auto estima e desejo sexual.

Maria Jamile deixou uma mensagem para as mulheres.

“Mulheres cuidem da sua saúde, realizando seus exames periódicos, como a prevenção do câncer de colo de útero e de mama. Cuidem de sua higiene genital, façam terapia de reposição hormonal para melhorar a qualidade de vida quando chegar a hora. Espero que vocês tenham um feliz Dia Internacional da Mulher e que as conquistas de todas nós sejam duradouras e constantes. Parabéns para todas nós”.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp