24/03/2015 às 14h50min - Atualizada em 24/03/2015 às 14h50min

Preguiça e rotina podem afetar a vida sexual de homens e mulheres, diz especialista

Jotta Oliveira - Piranhas
Tribuna Piranhense
Maria Jamile é terapeuta sexual e atende na Climopi e no SUS de várias cidades da região (Foto: AP)

A preguiça pode causar falta de vontade de fazer sexo. Estudos mostram que “quanto menos sexo você faz, menos tem vontade de fazer”. É como praticar esportes. Para falar sobre o assunto, o Tribuna Piranhense falou com a médica e terapeuta sexual, Maria Jamile Ribeiro Duarte Nogueira, que tem vários artigos publicados com o tema sexualidade.

A especialista conta que as mulheres têm mais motivos para sofrerem desse problema. Segundo Jamile, uma das causas é que elas acumulam tarefas e se cansam fisicamente, e, quando chegam em casa a noite, estão sem energia para o sexo, principalmente se tiverem um dia estressante de trabalho. “Elas querem relaxar e dormir e os homens não. Os companheiros sentem mais relaxados após uma relação sexual. As mulheres reclamam que os parceiros não as ajudam nos afazeres domésticos, nas tarefas escolares do filho, e que, além de trabalhar fora, se sentem muito cansadas, levando-as a terem preguiça sexual”, explica a médica.

Maria Jamile lembra que o sexo é uma ótima atividade física em que, segundo estudos, se gasta de 100 a 600 calorias. “100 calorias equivalem a uma leve caminhada e 600 calorias equivalem a uma corrida intensa. Tudo depende da intensidade. O fato é que faz muito bem para a saúde, levando a liberação de hormônios como a endorfina, levando a uma sensação de bem estar para o corpo e para a alma das pessoas”, conta a terapeuta sexual.

Maria Jamile dá algumas dicas para evitar a preguiça e melhorar a qualidade das relações

1 - Evitar a TV no quarto. Um dos conjugues pode se interessar por algum programa e então quando acaba o programa da TV o outro já está dormindo;

2 - Evitar levar os problemas do dia a dia para a cama, por exemplo: falar sobre as finanças, contas à pagar, problemas com os filhos, doenças e outros;

3 - Criem oportunidades para saírem juntos e ficarem a sós;

4 - Faça algo que os aproximem, por exemplo: façam elogios, mande mensagem pelo celular, ou Facebook ou pelo WhatsApp, dizendo o que pretende fazer de bom quando chegarem em casa e como seu (a) esposo (a) é importante para você;

5 - Homens e mulheres procurem se arrumar na hora de dormir, evitando trajes antigos e velhos (camisolas e pijamas, por exemplo). Tudo isso poderá gerar uma disposição e interesse para uma relação sexual.

“Os casais devem evitar dizer: Vamos deixar para amanhã. Isso poderá levar a uma rotina que levará a comodidade e, quando perceberem, estarão vivendo como dois amigos”, finaliza Maria Jamile.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp