26/03/2015 às 09h57min - Atualizada em 26/03/2015 às 09h57min

Prefeito busca ampliação e implantação de programas sociais no município de Piranhas

Jotta Oliveira - Piranhas
Tribuna Piranhense
Prefeito de Piranhas, por intermédio do deputado estadual Virmondes Cruvinel, se reuniu com Leda Borges em Goiânia (Foto: AP)

Com o objetivo de trazer melhores condições de vida para jovens, crianças, idosos e, especialmente, para todas as famílias do município de Piranhas, o prefeito André Ariza (PP) visitou, nesta quarta-feira (25/03), a secretária da Mulher, do Desenvolvimento Social, da Igualdade Racial, dos Direitos Humanos e do Trabalho, Leda Borges.

Acompanhado dos vereadores Uerlei da Silva (PSDB) e Sebastião Junior (PSD), e do deputado estadual Virmondes Cruvinel (PSD), André Ariza esteve no gabinete de Leda Borges e na pauta, esteve a expansão e implantação de programas como o Banco do Povo, Cheque Moradia, Cheque Reforma, Bolsa Universitária, e outras ações sociais desenvolvidas pelo Governo Estadual.

“Para que tenhamos famílias com dignidades em nosso município, temos que ter a cidadania em pleno vigor. Não é possível falar em família, sem falar em mulheres vivendo bem, crianças educadas e bem nutridas, ou idosos ativos e felizes. Estamos com a secretária hoje, para tentar levar mais projetos sociais do Governo de Goiás para nosso município, para que a população menos favorecida tenha uma cidadania sendo realmente exercida”, disse André Ariza, em entrevista.

A Secretaria da Mulher, do Desenvolvimento Social, da Igualdade Racial, dos Direitos Humanos e do Trabalho, comandado por Leda Borges, foi criada em substituição a Secretaria de Políticas para Mulheres e Promoção da Igualdade Social (Semira), ampliada com as áreas de direitos humanos, trabalho e desenvolvimento social.

Leda Borges disse que sua pasta irá ter uma atenção especial em relação à aplicação dos programas sociais solicitados pelo prefeito piranhense. “Quando se fala em programas sociais em municípios do interior, você deve adotar certos critérios. Ações sociais podem até ser repensados, melhorados, mas nunca extintos. E é isso que vamos fazer em Piranhas. Ver o que pode ser melhorado e, na medida do possível, implantar o que ainda não se tem”, explica Leda.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp