19/05/2015 às 07h06min - Atualizada em 19/05/2015 às 07h06min

Vigilância Sanitária ameaça fechar abrigo de idosos em Aragarças por falta de estrutura

Jotta Oliveira - Com informações do Araguaia Notícia
Tribuna Piranhense
Lar da Providência abriga mais de oitenta idosos (Foto: Reprodução/Araguaia Notícia)

Uma nova campanha em prol ao Lar da Providência começa a ser realizada em Aragarças (GO), depois de uma notificação de uma possível interdição da Vigilância Sanitária de Goiás, que exige melhorias da instituição.

As exigências consistem na reforma do telhado, instalação de mais corrimãos nos corredores e adequações nas pias e na cozinha do abrigo, que atende mais de oitenta idosos. O asilo ainda não foi interditado devido à intervenção da Maçonaria junto ao governador de Goiás, Marconi Perilo.

De acordo com levantamento, a reforma solicitada pela Vigilância Sanitária custaria em torno de R$ 300 mil para o Lar da Providência. A direção do abrigo diz que a unidade não tem o valor. Para evitar uma interdição, a Maçonaria decidiu fazer uma campanha onde empresários vão doar uma quantia para ajudar na reforma. Essa arrecadação será encampada pela empresária Lillian Brandão, do laboratório Pasteur.

Professores da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) estiveram no asilo dizendo que vão ajudar na melhoria da cozinha. O primeiro evento para ajudar o abrigo será nesse final de semana, com a festa Bode de Fralda, da Maçonaria, com leilão.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp