30/06/2015 às 15h12min - Atualizada em 30/06/2015 às 15h12min

As mulheres e as dificuldades em atingir o orgasmo; mudanças de hábitos podem ajudar

Dra. Maria Jamile Ribeiro Duarte Nogueira
Dra. Maria Jamile (Foto: Arquivo/Pessoal)

Inicialmente vamos definir o que é um orgasmo

É definido como o mais alto grau de excitação sexual e, portanto, o prazer físico mais intenso que um ser humano pode experimentar.

Quanto tempo pode durar?

Pode se resumir a apenas segundos ou chegar até um minuto. É bom sentir orgasmo, as vezes não senti-lo causa irritabilidade, impaciência, intolerância e nervosismo.

Anorgasmia é uma disfunção sexual comum em mulheres, podendo atingir entre 50 a 70%, e existe 3 tipos:

PRIMÁRIA: a mulher nunca experimentou orgasmos.

SECUNDÁRIA: a mulher já experimentou mas foi interrompida a partir de um determinado momento.

SITUCIONAL: a falta do orgasmo só acontece em determinadas circunstâncias.

A falta do orgasmo pode ter como causas a ansiedade e a falta de conhecimento do próprio corpo e da anatomia da genitália externa. O problema também pode estar relacionado a falta de entrosamento do casal no ato sexual, podendo haver, como consequência, a perda do interesse para o sexo e perda do desejo sexual, passando a evitar as relações sexuais e comprometendo o relacionamento e podendo levar a diminuição da autoestima da mulher.

DICAS PARA ATINGIR O APICE DO PRAZER

- Manter o diálogo com o parceiro, expondo o que gosta e o que não gosta.

- Reconhecimento detalhado do próprio corpo, percebendo as reações a cada estímulo recebido.

- Tente resolver problemas psíquicos que possam estar atrapalhando seu prazer (falta de amor, carinho...).

- Mude a forma de encarar a sexualidade.

- Tente manter a sensualidade, tentando controlar o papel de mãe e dona de casa.

- Cuide da aparência e saúde.

Para o tratamento da Anorgasmia é necessário entender o próprio corpo para guiar o parceiro até os pontos ou às posições que proporcionam mais prazer. Como o parceiro saberá o que proporciona mais prazer se a própria mulher não souber?

Siga as orientações de seu médico clínico geral, Ginecologista, Sexólogo, Terapeuta Sexual ou Psicólogo e tenha uma vida cada vez mais feliz ao lado de seu parceiro.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp