05/02/2015 às 13h03min - Atualizada em 05/02/2015 às 13h03min

Polícia trabalha com hipótese de latrocínio após morte de idoso em Piranhas

Homem de 65 anos morreu após ser apedrejado na cabeça.

Jotta Oliveira - Piranhas
Tribuna Piranhense
Peritos da Polícia Civil esteiveram no local do crime na manhã desta quinta (Foto: Jotta Oliveira/Tribuna Piranhense)

A Polícia Civil trabalha com a hipótese de latrocínio, que é roubo seguido de morte, no caso do homem de 66 anos que morreu após ser apedrejado na cabeça na manhã desta quinta-feira (5/02) em Piranhas. De acordo com informações do boletim de ocorrência da Polícia Militar, uma pessoa passava em frente à casa de José Xavier do Rego, no início da manhã, estranhou ver as portas abertas e as luzes acesas, entrou na casa, se deparou com a vítima caída em meio a muito sangue e acionou a PM.

Saiba Mais:

Homem de 65 anos morre após ser apedrejado na cabeça em Piranhas

Segundo a polícia, as características da cena do crime indicam que o autor ou atores procuravam alguma coisa. A casa de José Xavier estava revirada, com objetos no chão e moedas foram encontradas próximas ao corpo do homem. Uma pedra, possivelmente utilizada nas agressões, também foi encontrada suja de sangue.

“A pessoa nos informou que achou estranho e resolveu chamar por José. Como ninguém atendeu, ela decidiu entrar na casa, que fica na Rua Plínio Gayer, no Centro do município. Ao encontrar o senhor ferido, chamou a PM”, explicou o sargento Gilberto César, que atendeu a ocorrência, juntamente com o sargento Correa.

José Xavier do Rego, que tinha problemas auditivos, chegou a ser socorrido e levado com vida ao Hospital Municipal Cristo Redentor, mas não resistiu aos diversos fermentos no crânio e morreu cerca de duas horas depois de dar entrada na unidade de saúde.

A Polícia Técnico Cientifica esteve no local do crime ainda na manhã desta quinta-feira e recolheu a pedra com machas de sangue, colheu digitais e outras objetos que possam ajudar a descobrir as causas e os responsáveis pela morte, já que se suspeita da ação de mais de um autor.

O corpo de José Xavier deverá ser levado para o Instituto Médico Legal de Iporá para ser autopsiado.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp